28 de jul de 2012

2º Capitulo - Deixa eu te ensinar.



Demi's P.O.V

Nick me levou em casa, assim que entrei estava tudo escuro, liguei a luz e lá estava Wilmer sentado em uma cadeira, bem no centro da sala, com um taco de beisebol na mão. Ele se levantou, vei até mim, me puxou pelo braço e só consegui escutar o trovejar do lado de fora da casa.



_ Aonde você estava?

_ Na casa de um amigo meu.

_ Que amigo?

_ Você não conhece.

_ Então me fale sobre ele.

_ Você não conhece.

_ O que vocês estavam fazendo?

_ Tomando café.

_ E...

_ Mais nada.

_ Então por que o garanhão me ameaçou pelo telefone?

_ Ele se irritou por você gritar comigo.

_ Ah é? Quer te defender, né? Ele não esta aqui agora. Vem cá.

Ele largou o taco e tentou me puxar, eu não me mexi.

_ Vem logo, Demetria.

_ Não, não quero fazer nada hoje. Quero descansar. Posso?

_ Atá, claro. _ sorriu cínico_ Nem na puta que te pariu. Vamos logo.

Ele me puxou, perdi o equilíbrio e cai em cima dele. Ele me pós em seu ombro como se eu fosse uma bonequinha de pano, me carregando para o quarto em mais uma sessão de estrupo e agressão que estava por vir.  Ele me jogou com tanta força na cama que a própria estalou e minhas costas também. E eu sempre penso o por que dele ter entrado na minha vida, o que eu fiz pra merecer essa peste?


Joe'S P.O.V
No outro dia de Manhã.

Fui pra escola com uma roupa diferente, Jeans e uma blusa branca, arrepiei o cabelo mas continuei usando os óculos. Assim que entrei, algumas pessoas vieram falar comigo. Estranhei, achei que fosse uma pegadinha, mas não, eles realmente estava falando comigo. Um me levou para o time de futebol, me fez fazer o teste. Chegando lá estava Wilmer, o canalha ignorante que com certeza fez algo com a Demi na noite passada, estava com um sorriso debochado no rosto, como de costume e soltou uma gargalhada quando me viu, já era o esperado.


_ Quer entrar pro time, nerd?

_ Quero tentar.

_ Então, Harry, pega a bola. Joseph, tenta tirar a bola dele.

Pensei, se mover envolve física, então usei ao meu favor. Localizei o ponto fraco dele, por ser musculoso até demais, deve usar bomba e estava muito eufórico. Corri até ele, acertei minha mão em um exato ponto de seu pescoço, fazendo ficar um pouco tonto, puxei sua perna, fazendo-o perder o equilíbrio e ficar aonde estava batendo o sol, impossibilitando-lhe  de me ver pelo sol o cegar, roubei a bola e joguei em direção ao Wilmer que agarrou quando faltava pouco para acertar seu rosto.


_ Muito bom, Joseph. Está no time. Agora nos vamos pra academia, quer vir?


Aceitei, não por querer ficar amigo deles, mas sim para aprender mais sobre Wilmer. Pois bem, tem aquele ditado, amigos perto, inimigos mais perto ainda. Na hora do intervalo eu vi o olhar confuso de Demi em mim quando ela viu que eu estava sentada na mesma mesa que o namorado dela. Vi Demi sentar do lado de Wilmer e ele logo colocar a mão na coxa dela, um tanto abusado. Vi Demi tentar tirar a mão dele e ele apertar mais ainda a coxa dela, a mesma fez uma cara de dor e comeu seu lanche, deixou boa parte dele, apenas comeu a maça. Aquilo me perturbava, o sangue subia a minha cabeça, lutava para continuar com a linha do raciocino, respirei e tentei lembrar de quando ela estava nos meus braços e não nos dele. Fui tirado dos meus pensamentos pelo celular de Wilmer, que estava tocando. Ele saiu de perto, estava com uma cara indignada, irritada, fiquei lendo os lábios dele, era algo a ver com levar alguém, levar a... Demi e eu acho que para o Texas. Isso é sequestro. Não pode. Cheguei perto da Demi e perguntei.


_ Por que você não termina com ele?

_ Tenho medo.

_ Do que?

_ Dele me matar.

_ Denuncia pra policia, isso é abuso sexual.

_ Acha que eu devo?

_ Com certeza.

_ Vem, vamos na policia agora então.

Nos fomos andando escondido do Wilmer, chegamos e Demi denunciou ele. O homem fez de mal grado a denuncia mas nem ligamos, pois se Wilmer abusar da Demi de novo pelo menos tem uma denuncia lá. Não voltamos para escola, fomos para a casa da Demi, pegamos todas as roupas dela, tudo dela e levamos para a minha, a partir de agora ela iria morar comigo e com Nicholas. Demi ligou para seus pais que moravam na  na europa, eles conversaram e o pais dela deixou ela ficar na nossa casa. Arrumamos o quarto de hospedes para ela, ela ajeitou tudo e chamamos um chaveiro para trocar todas as fechaduras da casa dela, pois um dia talvez ela volte.


A Noite.


Eu e Demi estávamos no meu quarto, ela pediu minha ajuda para terminar com Wilmer, disse que a ajudaria no outro dia, e ela agradeceu. 


_ Joe, você está sendo muito fofo comigo, obrigada.

_ Que isso Demi, nos somos amigos. Não somos?

_ Aham_ ela pronunciou bem baixinho enquanto se aproximava de mim.

_ Demi, o..o que.._ ela me interrompeu.

_ Já beijou alguém?

_ Não.

_ Deixa eu te ensinar. _ disse maliciosa.

Eu não reconheci a Demi naquele instante, ela nunca agiu de tal forma perto de mim. seus labios tocaram o meu, senti um leve formigamento neles, não sabia o que fazer, todos falam que era só se deixar levar.


_ Relaxa, Joe._ ela disse.


Começou um beijo gostosamente delicado, os lábios dela eram macios e tinham gosto de cereja. A puxei mais pra perto de mim e a senti rir, só ai que me toquei que tinha a puxado, foi impulso. Ela pediu passagem para a língua, e foi mais fácil do que eu imaginava. Era tão bom sentir aquela sensação gostosa das línguas se tocando, como não experimentei isso antes? Senti Demi passando a mão pela minha nuca puxando levemente meus cabelos, me fazendo soltar um pequeno gemido no meio do beijo. E a linha do raciocino? Já estava bem longe naquele momento.


Demi's P.O.V


Eu o conheço a tão pouco tempo, como posso já estar tão assim com ele, Joe me deixava doida com o jeito fofo e protetor dele, não resisti e o beijei, e pra quem nunca tinha beijado ninguém, ele até que beija bem. Eu estava perdendo o controle, eu nunca desejei o Wilmer, mas o Joe sim. Desejava ele , principalmente naquele momento, separei o beijo com selinhos.

_ Demi, pode parecer idiota eu te dizer isso mas, eu... eu... gosto de você.
_ Eu também Joe, pelo menos acho que estou começando a gostar.

Ele me beijou de novo e isso me deu confiança, estava na hora de mudar, deixar a Demi estrupada, inocente e insegura pra trás. Tempos para a nova Demi, a inquebrável. 


Joe's P.O.V


Demi criou um plano louco na cabeça dela, ela me fez ajuda-la. Tenho que conquistar o time inteiro, fazer com que eu seja o mais novo capitão e esqueçam de Wilmer. Chegamos no outro dia na escola e vimos Wilmer agarrado com Ashley, tanto eu quanto Demi ficamos abalados, Demi já gostou de Wilmer e odiou o fato de esta sendo traída e eu já amei a Ashley. 

_ Wilmer..._ Demi pronunciou, ele só riu da cara dela.

_ Ah, Demi eu tenho que te avisar uma coisa. Acabou tudo ok, vou ficar com a Ashley, ela é melhor de cama._ ele voltou a engolir a Ashley.

_ Pensa pelo lado bom, ele não te atormenta mais._ disse.

_ Mas o plano continua Joseph, você vai entrar lá e ficar amigo daqueles panacas, Wilmer me torturou por anos e ele não vai me trocar se achando o fodão. Eu vou fazer ele querer não ter nascido._ ela disse um tanto autoritária.

Medo da Demi? Sim. Mas posso falar uma coisa, ela ficava linda irritada. Não sei o que deu em mim e beijei Demi ali mesmo, foi um beijo na frente de todo mundo. Era selvagem, algo que eu nunca tinha experimentado na vida, era tão bom estar ali com ela, era como se o mundo se desligasse e só sobrasse nos dois ali. Até que senti uma mão no meu ombro, e eu já sabia até quem era. Wilmer.





Ta pequeno, desculpem-me.
Obrigada pelos 7 comentários ~vomitando arco-íris~
Eu to amando o fato de vocês comentares, eu fico tãaaaao feliz.

~
Respostas pras minhas brigadeiros:

Dani, eu to lendo seu blog, comecei a lê ontem a noite, quando eu chegar nos capítulos que você ainda não postou ai eu começo a comentar.
Seja bem-vinda Rafa, espero que continue gostando e comentando, e vou começar a ler seu blog ok

Sejá bem vinda tbm Fã Forever, espero que continue comentando.

Mai, não fica triste. Tenta comentar esse primeiro ok. Tbm odeio o Wilmer.

Amanda e Ana, obrigado por comentar amores!
~

Beijinhos amo vocês *--*

(+ 4 Comentários?!)

26 de jul de 2012

1º Capitulo - Demetria, sai daqui.


Eu não estava acreditando, em anos naquela escola a primeira pessoa que vem a ser minha "amiga" é uma das mais populares. Segundos depois ela me ligou, e eu obvio, atendi.

_ Oi, Joe. _ ela disse baixinho.


_ Oi, Demi. Tudo bem?


_ Sim, mas por que a pergunta?


_ Sem querer ser intrometido, eu escutei a conversa sua e do seu namorado pelo telefone.


_ Ah... aquilo. Não foi nada, ele...


_ Demi eu ouvi ele gritando com você.


_ Não, o som estava alto e só.


_ Ele estava gritando.


_ Não tava ele... é assim mesmo. _ disse com a voz meio falhada, parecendo querer chorar.


_ Ele ta ai com você?


_ Ta.


_ É por isso que você esta mentindo pra mim?


_ Não to mentindo.


_ Sim você esta.


_ Joe vou desligar. Meu namorado ta me chamando.


_ Amanhã você me responde.


_ Até amanhã, boa noite Jo.._ logo depois escutei uma voz ao fundo_ DESLIGA LOGO ESSA PORRA DEMETRIA, ESPERO QUE NÃO ESTEJA COM DOR DE CABEÇA, TO ESTRESSADO E QUERO FUDER ATÉ DORMIR.


_Demi, não. Não desli... _ ela me interrompe.


_ Boa noite, Joe. _ disse com um voz nada agradável.

Pelo o que eu entendi, o namorado dela é muito mais ignorante que eu pensava. Mandei mensagens mas Demi não respondeu. Acabei caindo no sono. No outro dia na escola passei por ela, passei andando rapido como sempre. Quanto menos eu ficar no corredor mas seguro eu fico... até... só até eu sentir uma mão forte e bruta segurando o meu pescoço e me puxando pro chão. Bati com as costas em cheio no chão, fazendo um barulho estrondoso pelo corredor o que chamou a atenção de todos, fazendo um silencio horripilante, só se escutava meus pequenos gemidos de dor e alguns passos. Passos eram de Wilmer, o namorado da Demi e capitão do time de futebol da escola, ele foi até a minha frente, pisou no meu abdômen e chutou... ah você sabe, o meu amigo lá em baixo. Acabei soltando um grito de dor, foi horrível, fiquei inconsciente por alguns segundos, até que ele chuta a lateral do meu tronco. Não vou mentir, eu queria chorar, aquilo estava doendo muito, mas não daria esse gostinho ao Wilmer.

_ Joseph, Joseph, Joseph... temos que conversar. _ disse Wilmer.


_ Jura? Nem percebi. _ pra que eu abri a boca? ele acabou me chutando de novo.


_ CALA A PORRA DA BOCA. _ ele esperou alguns segundos. _ Tá, agora vamos conversar. Por que ontem a noite, você estava falando com a Demi pelo celular? _eu fiquei quieto_ POR QUE? A NAMORADA É MINHA, NÃO SUA PORRA. VOCÊ NÃO TEM QUE FICAR CONVERSANDO COM ELA. NOS TEMOS MAIS COISAS PRA FAZER A NOITE. _ continuei quieto_ RESPONDE PORRA.


_ O QUE?


_ POR QUE VOCÊ LIGOU PRA ELA?


_ Eu que liguei pra ele. _ disse Demi. Segundos depois Wilmer levantou a mão, como se fosse bater nela. Demi meio que se encolheu, esperando o que estava por vir. Ele respirou e abaixou a mão.


_ Demetria, sai daqui.


_ Você não pode bater nele.


_ SAI DAQUI, VADIA._ agora ele não hesitou, bateu com a mão em cheio no rosto dela.

 Demi caiu feio, seu rosto ficou muito vermelho e lagrimas lutavam para continuar nos olhos. Aquilo foi ridiculo da parte dele, que ele pensa que é para fazer isso com ela. Quando eu ia falar algumas coisas na cara dele apareceu o diretor, que mais uma vez foi subornado por Wilmer e "nada tinha acontecido". Wilmer saiu andando com seus amigos e todos do corredor foram para as salas, só sobrou eu e Demi. Ela chorava encostada na parede, com a mão sobre o lugar onde Wilmer bateu. 

_ Demi, você ta bem?


_ Não, meu rosto ta doendo muito.


_ Deixa eu ver. _ me arrastei pelo chão, com muita dificuldade, e cheguei do lado dela._ Demi seu rosto está arranhado, ele usa algum anel?


_ Sim, do time de futebol.


_ Ele te arranhou com isso.


_ Ta doendo. _ peguei a garrafinha de água dela e coloquei no rosto dela.


_ Vai pra casa, Demi.


_ Acho que vou. Você também deveria ir.


_ Não posso perder aula, é fisica, quimica organica...


_ Cala a boca e vamos embora.


_ Tá.

Eu levantei peguei o material de Demi e a ajudei a ir até o estacionamento. Entrei no carro no banco do motorista por que Demi ainda tava chorando e dirigi até minha casa. Nicholas, meu irmão, estaria na escola e meus pais moram na europa. Demi sentou no sofá e levei um copo d'agua pra ela. Limpei o seu rosto e dei gelo pra ela colocar no arranhão, pra não inchar. Demi deitou no meu colo, e continuou chorando até cair no sono, levei ela pra minha cama, era mais confortável e ela não ficaria com dor no pescoço. Tomei banho, troquei de roupa, sentei na cama e fiquei lendo um livro qualquer que estava pegando poeira no meu quarto. Quando eu terminei de ler Demi acordou.


_ Dormiu bem?_perguntei.


_ Otima, mas onde eu estou?


_ No meu quarto. Trouxe você pra cá, não te deixaria na sala, poderia cabar ficando com alguma dor no pescoço ou algo do tipo.


_ Obrigada._ ela parou pra pensar_ O Wilmer vai me matar quando ver que eu faltei o resto do dia.


_ Esquece dele, Demi.


_ Mas...


_ Só por algumas horinhas, se quiser pode dormir aqui hoje. Tem quarto vazio e roupas de mulher.


_ Não é uma boa ideia, se Wilmer chegar na minha casa e eu não estiver ele me procura ai... ai...


_ Ai o que?


_ Ele vai me bater de novo.


_ Hey calma, tudo bem?_ meu celular tocou e eu atendi, era Nick_ Fala Nick, aham, quero sim. Trás dois e alguns cookies, sim de chocolate. Valeu, Tchau._ desliguei. _ Você gosta de capuccino de chocolate.


_ Sim, é bom.

Ficou silencio e ela deitou no meu peitoral, ta... estranho? sim, ela é a primeira que faz isso sem ser alguma de minhas priminhas de 6 anos de idade. Pensei e fiz carinho na cabeça dela, a vi fechando os olhos então continuei. Ela ficou assim até meu irmão chegar, nos tomamos o capuccino e comemos os cookies numa boa enquanto conversaríamos, deu umas sete da noite e estávamos assistindo filme. O celular de Demi tocou.


_ Oi Wilmer._ pelo outro lado do celular deu pra escuta-lo de novo


_ VADIA, CADE VOCÊ?


_  Na casa de um colega meu.


_ UM COLEGA? TA ME TRAINDO?


_ NÃO.


_ EU VOU TE METER-LHE A PORRADA.


Me irritei e peguei o telefone_ VOCÊ VAI METER A PORRADA EM MIM ENTÃO.


_ QUEM É VOCÊ?


_ VOCÊ VAI DESCOBRIR.


Desliguei o telefone.

_ Joseph você não via aguentar mais de cinco minutos lutando com ele. _ disse Nick.


_ Eu sei, preciso me preparar melhor.


_ E mudar o visual._ disse a ficante do Nick.


_ Concordo_ disse Demi._ Vamos ao shopping.


_ Quando?_ perguntei.


_ Agora.


_ Que?


_ Por favor?


_ Tanto faz.

Subimos pro quarto, Demi calçou os sapatos dela e eu fui passar gel no meu cabelo, passei e penteei para trás.

_ Assim é feio._ Demi bagunçou o meu cabelo todo.


_ DEMI, POR QUE?


_ Assim fica bem melhor. _ ela espetou o meu cabelo.


_ Não.


_ Deixa assim, cade os seus casacos?


_ Tenho esses._ mostrei os que eu tinha, um de moletom, dois sueters, uma jaqueta e um blazer.


_ Você tem uma jaqueta super linda e nunca usou?


_ Sim, não combina com nada.


_ Credo Joseph.

Ta isso foi muito chato, ela achou algumas roupas no meu armário e me fez colocar uma calça jeans antiga, uma blusa branca e a jaqueta. Eu nunca tinha usado uma combinação assim, tava legal, mas não me acostumarei tão cedo. Ela me levou no shop, comprou muita coisa, levou pra minha casa, lotou meu armário e sumiu com as minhas roupas antigas.


_ Agora você é só você malhar, falta músculos.


_ Tá, agora espera ai que eu vou tomar um banho.

Tomei banho, me despedi da Demi e fui dormir. Demi acabou voltando pra casa dela. Não gostei mas não vou discutir com ela.

Demi's P.O.V

Nick me levou em casa, assim que entrei estava tudo escuro, liguei a luz e lá estava Wilmer sentado em uma cadeira, bem no centro da sala, com um taco de beisebol na mão. Ele se levantou, vei até mim, me puxou pelo braço e só consegui escutar o trovejar do lado de fora da casa.


~que lindo!~

OMFG 10 COMENTÁRIO?? AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH.
EU AMO VOCÊS SEUS LINDO DIVOS ><
Espero que tenham gostado, esse é só o inicio. Ainda vai acontecer muita coisa.
Deixei um suspensezinho ai no final. 
NÃO ME MATEM, ESTOU FELIZ.

E... BEM VINDO A GALERINHA:
Mai Moura, Vanessa Victória, Ana Melissa e a Amanda Moura.
Ta eu quase pirei quando a eu vi o comentário da Ana, tipo UAU, ELA É DIVA.
E a mandinha, sua gata. Te amo viu amiga!

Agora temos 82 seguidores. Amo muito vocês.

Desculpem a demora.

(+4 comentários?!)

Me passem seus blogs? pf?

22 de jul de 2012

Please Be Mine - Prólogo.


Hm' Oi, meu nome é Joseph Adam Jonas. Para resumir, eu sou o maior nerd de toda a escola. Sou excluído, ninguém fala comigo, e se eu for falar com eles ou fazem piada comigo ou me batem - se for o time de futebol- ou me ignoram. Em todos esses anos só me apaixonei por uma garota, Ashley Grenne, uma das mais popularem,mas não a mais bonita. Porem pra mim ela era perfeita, era... até eu falar um "oi" com ela e ela responder um "Argh! Que nojo, lixo fala agora!". Ta isso machuca até a um passarinho. Mas depois de um dia na aula de química, tudo mudou. Me apaixonei de novo, agora sim pela garota mais linda da escola. Demetria.

FlashBack On

_Alunos na aula de hoje vocês vão se reunir em duplas e responder algumas perguntas sobre toda a matéria que tivemos até agora.

Se passou alguns minutos e eu já estava fazendo o trabalho sozinho, estava muito fácil e sabia que ninguém iria fazer dupla comigo.

_ Hey, Joseph, é Joseph né? Eu posso fazer dupla com você? Minha amiga foi fazer com o ficante dela...
_ Claro que pode.

Era ela, a garota mais linda de toda a escola, Demetria Devonne Lovato. E ela sabia o meu nome.


_ Obrigada. Deixa eu fazer o resto, só falta cinco perguntas e você já fez as outras 15.
_ É boa em química?
_ Sim, mas qualquer coisa você me ajuda.

Empurrei a folha do trabalho, com o meu lápis e minha borracha para a carteira dela que estava ao meu lado. Eu lerdo, nem percebi que ela já tinha pego sua borracha e seu lápis, ambos rosa claro.

_ Ah, desculpa. _ Fui pegar meu lápis e ela pegou primeiro, colocou o lapis dela na minha mesa e usou o meu para fazer o trabalho.
_ Seu lápis é mais macio para escrever_ ela riu_, perdeu!
_ Perdi o que?
_ O lápis, agora é meu. _ eu ri_ Seu sorriso é lindo!
_ Obrigado, é a primeira que diz isso. Tirei o aparelho esse ano.
_ É eu lembro.
_ Lembra? Você já me viu.
_ Sim, Joseph. Estudamos juntos desde o ano passado.
_ Não, não é isso é que ninguém repara que eu... que eu existo.
_ Eu sei como é.
_ Sabe? 
_ Sim, na outra escola eu era um nerd. Vivia de cabelo preso, roupas largas e cafonas, óculos e aparelho.
_ Imagino você assim, ficaria linda do mesmo jeito._ Ta, eu não acredito que disse isso. 
_ Onw, você quer ver? Eu sempre ando com os meus óculos na bolsa. Vai que eu perco a lente e tals.
_ Eu quero ver.

Ela pegou um prendedor de cabelo e prendeu os loiros cabelos ondulados em um rabo de cavalo alto e deixando a franja bagunçada no rosto, pegou seus óculos estilo Ray Ban preto.

_ Continua linda. _ e novamente eu disse mais uma abobrinha.
_ Onw, você é muito fofo, Joe.
_ Hãn? Joe?
_ Sim, seu apelido.
_ Eu não tenho apelido.
_ Agora tem.
_ Obrigado.


Ela terminou de fazer o deve, ficou com o cabelo preso só tirou os óculos.

_Prontinho, checa.
_ Está tudo certo._ disse depois de checar. Olhei no relogio_ ainda falta dez minutos.
_ Tem celular, Joe?
_ Tenho, você quer meu numero? Eu não sei de cabeça.
_ Toma, esse é meu. _ ela anotou em um pedaço de papel, anotou o numero e seu nome fazendo um pequeno coração no canto da folha e colocou na minha mão. _ Quando estiver sem fazer nada, me manda uma mensagem, me liga, qualquer coisa tá?
_ Tá.
_ Gente, como todos já terminam e ta na hora da saida vou liberar vocês mais cedo. Podem ir embora._ disse o professor.
_ Vamos, Joe?
_ Ta.

Guardei meu material na mochila e coloquei no ombro, me levantei e Demi já estava na porta me esperando. Fomos andando pelo corredor, escutava coisas do tipo: " Por que ela esta andando com o lixo?" e " Eca! A Demi tá doida.". Chegamos no estacionamento e disse.

_ Demi, por que você esta falando comigo?
_ Você é legal, e não é tipo um dos panacas amigos do Wilmer.
_ A galera do futebol?
_ Eles são metidos, é horrível conversar com eles. Então, eu estou indo.
_ Tchau, Demi. _ Comecei a andar pela calçada em direção a minha casa. Até que um carro para do meu lado.
_ Quer carona, Joe?
_ Não precisa.
_ Quer ou não?
_ Não.
_ Mentira.
_ Tá, eu quero.
_ Então entra.


Depois, ela me levou até minha casa.  No caminho o namorado dela ligou, ela atendeu e falou só um "oi", dava pra ouvir do outro lado do mundo ele gritando com ela. Ela me deixou em casa e voltou pra escola. Cheguei, tomei um pouco de café e me joguei na cama. Demetria Devonne Lovato, a garota mais linda e popular da escola, falou comigo, sabe o meu nome e me deu o numero do deu celular. Uau.

Flashback Off

Tá, esse Flashback, foi hoje de manha, no momento já são oito horas da noite e eu estou encarando o papelzinho que ela me deu. Depois de muito pensar, mandei uma mensagem. Um "oi" apenas. Fiquei esperando, e cinco minutos depois ela responde "Oie, ah você me mandou mensagem!". Eu ri comigo mesmo, imaginei ela falando isso, por que uma garota tão linda, fofa, perfeita como ela falaria comigo?  E por que eu fui me apaixonar logo pela garota que namora o cara mais forte e ignorante da escola?




~haha, lindo Jared~


Espero que tenham gostado, comentem!


(+3 comentários?)

PBM - Personagens e Sinopse.



Demetria Devonne Lovato - A Popular.


Joseph Adam Jonas - O Nerd.


Personagens Secundarios:

- Miley Ray Cyrus. - Melhor amiga de Demi.
- Wilmer Eduardo Valderrama. - Namorado da Demi e capitão do time de Futebol.
- Nicholas Jerry Jonas. - Irmão de Joe.
- Selena Marie Gomez. - Ex- amiga de Demi.




O maior nerd da escola se apaixona pela namorada do capitão do time de futbool. Historia comum de qualquer filme americano, não? Mas não será tão fácil assim para o nerd conquistar a garota mais linda e cobiçada de toda a escola. Joseph é o nerd, aquele que ninguem fala na escola, usa óculos, muito gel no cabelo, suspensórios, blusas sociais... sabe o tipico. Ninguém nota ele, até o dia em que Demi, a garota popular, faz um trabalho de química com ele, e rolou uma química entre eles, mas só Joseph sentiu. Mas então como o nerd conquistara a gata popular se ela mal sabe que ele existe? 


Beijos *--*


21 de jul de 2012

Nova Fic Escolhida!


AHHHH, OBRIGADA PELOS 14 COMENTÁRIOS!! 
 Fico muito feliz de vocês terem me ajudado ><

A Fic escolhida por vocês foram a Please Be Mine.
Ah, já que escolheram essa fic, tenho que dizer que ela tem um segredinho, um mistério se vocês preferirem, só que eu não posso contar... bubu u.u

Vou postar os personagens e o prologo da Fic ok.

E depois dessa fic será a Burnin' Up The Ocean, blz?


Beijos, amo vocês. Até amanha.




18 de jul de 2012

Votem! Sinopses. + Condições.




Amores, como eu fiquei muito feliz pelo Love Story ter 80 seguidores vou postar a sinopses para vocês escolherem. So... enjoy.
 Ah, pf leiam o post até o final.



Burnin' Up The Ocean - Fervendo o oceano.

Um cruzeiro só para adolescentes.Vários panfletos foram distribuído em ruas, lojas, escolas e tudo mais. Chamaram a atenção de mais de 2 mil adolescentes de Los Angeles. Esse cruzeiro prometia ser o melhor de todos. E uma garota em especial, Demetria, iria, ela e sua melhor amiga. Primeira vez que ambas ficariam por conta própria e longe de qualquer adulto. E também, Joseph e seu irmão também, iriam, com o mesmo pensamento das duas amigas. Apenas curti e se divertir por um més inteiro, sem compromisso, só diversão. Mas será que eles irão conseguir não se apaixonar?

Please Be Mine - Por Favor, Seja Minha

O maior nerd da escola se apaixona pela namorada do capitão do time de futbool. Historia comum de qualquer filme americano, não? Mas não será tão fácil assim para o nerd conquistar a garota mais linda e cobiçada de toda a escola. Joseph é o nerd, aquele que ninguem fala na escola, usa óculos, muito gel no cabelo, suspensórios, blusas sociais... sabe o tipico. Ninguém nota ele, até o dia em que Demi, a garota popular, faz um trabalho de química com ele, e rolou uma química entre eles, mas só Joseph sentiu. Mas então como o nerd conquistara a gata popular se ela mal sabe que ele existe? 

*Let's Be Friends - Vamos ser amigos?*

"Ciumento, Maluca, Nerd, Pegadora, Fofa, Tímido, Extrovertida, Discussões, Brigas..." 
 Essas poucas palavras já podem decifrar esses adolescentes. Uma história comum com mais um "era uma vez", mas não se engane ... A qualquer momento algo pode acontecer e interferir no destino desses adolescentes. É apenas uma história na qual meros adolescentes passam pela sua vida, e superando obstaculos - que vai de corações partidos ate superações emocionais e fisicas - e a unica coisa que os une é a amizade.


*A LBF seria a continuação de uma fic antiga minha e da minha amiga.





Algumas condições: 
~pf leiam~


1 - A partir de agora eu só vou postar capítulos bigs, assim como vocês merecem.
2 - Cada capitulo tem que ter no minimo 3 comentários para eu postar o prox.
3 - Pode mandar seus blogs que eu faço divulgação.
4 - Quem quiser se afiliar é só clicar na pagina aqui do lado.
5- Criticas? Pode mandar. Sugestões? Estou aberta a mudanças. Elogios? Amo.
6- Ah, tem o link-me ali no lado tá. Me levem pra passear em seus blogs divos?
7 - Por Favor, comentem ok?


Agora a votação:


1 - Escolham a sinopse que mais gostou.
2 - Coloque o nome da sinopse nos comentários.
3 - Se você quer ler muito a fic que escolheu, avise para as pessoas que vc puder pra comentar.


(+10 comentários?! Ajuda?!)




Amo vocês =)




80 seguidores + Divulgação.






AHHHHHHHHHHHHHH, 80 SEGUIDORES.
Gente, muito obrigada. Não sabe o quanto eu to feliz.
Muito obrigada por seguir o blog. 
Fiquei tão feliz que vou postar as sinopses ok.


Divulgação aqui ô 

Lifes Manson

Lifes Manson escrita por Gabi Watson

Gente, eu amo a historia da Gabi. Ela começou agora, mas já escreve muito bem. Tipo, eu quase choro todo capitulo, tadinha da Demi gente. Ah, vou ficar quieta antes que eu fale demais...

Vale muito a pena seguir a Fic, é mt perfeita vei.
Não deixem de comentar a fic dela.

Beijos, amo vocês.

16 de jul de 2012

Xeque Mate! Fic nova ou não?




Galera, vamos conversar. Vocês estão gostando da fic?

Eu pedi 5 comentários no ultimo capitulo e tive 3 só, e dois era da Maai.
Eu tenho 78 seguidores e 70 são fantasmas né?
Poxa, eu me esforço e peço pra falarem.
SE A FIC TA UMA MERDA AVISA PÔ.

Não ta gostando avisa, o ponto de vista de vocês é completamente diferente do meu.
O que não falta é ideia para outra fic melhor.

CANSEI, casei dessa fic. Eu me mato pra escrever, porque não é facil falar de uma historia avulsa que você criou. Eu nao tive tempo de escrever essa fic antes.
Whatever, se vcs nao gostam dessa fic -que ate eu ja estou entediada com essa historia- falem.

Comentem
Fic nova: SIM OU NÃO?


Se tiver mais ''sim'' do que ''nao'' eu posto 3 ou mais sinopses diferentes e vocês votam. Possiveis 3 temas para 3 proximas fics: Cruzeiro, Melhores Amigos, O nerd e a popular.

Conselho: escolham nova fic, vai ser bem melhor do que eu escrever uma fic ruim para o vento.

Só volto quando tiver 10 comentários nesse post. 
Beijos e espero ansiosamente por suas opniões.
Amo vocês.



Atualizando:  
Nomes das sinopses que eu irei postar: 

Burnin' Up The Ocean - Fervendo o oceano.
Please Be Mine - Por Favor, Seja Minha
Let's Be Friends - Vamos ser amigos?



5 de jul de 2012

Novo Layout =)


Oieeeee, eu mudei o layout.
Vocês gostaram?
Ainda vou ajeitar pequenos detalhes, mas gostaria de saber a opinião de vocês.
Por favor comentem, daqui a exatamente 10 min vou postar o 16 capitulo.

Beijos, amo vocês =)