28 de out de 2012

NEW FANFIC! Burnin' Up The Ocean


Burnin' Up The Ocean - Fervendo o oceano.

Um cruzeiro só para adolescentes.Vários panfletos foram distribuído em ruas, lojas, escolas e tudo mais. Chamaram a atenção de mais de 2 mil adolescentes de Los Angeles. Esse cruzeiro prometia ser o melhor de todos. E uma garota em especial, Demetria, iria, ela e sua melhor amiga. Primeira vez que ambas ficariam por conta própria e longe de qualquer adulto. E também, Joseph e seu irmão também, iriam, com o mesmo pensamento das duas amigas. Apenas curti e se divertir por um més inteiro, sem compromisso, só diversão. Mas será que eles irão conseguir não se apaixonar?






Eai, brigadeirinhos com doce de banana e glitter *-* Como vocês estão?

Gostaram da ultima fic? Espero que gostem dessa tbm.
Vou tentar postar o primeiro capitulo ainda hoje, mas não sei se vai dar.

Me falem se gostaram do novo banner, me deem suas opiniões pf.


Beijos de glitter. *--*



(3 comentários?)


22 de out de 2012

All Night Long - Parte 3 | Fim. (mini)




Só ouvi ela gargalhar e engatinhar pela cama, ela e beijou e deitou do meu lado. Subi em cima dela e me posicionei no meio de suas pernas, um ultimo beijo enquanto ainda tínhamos folego. A penetrei devagar, porra como ela era apertada, quando entrou tudo esperei até Demi se recompor, ela olhou para mim e logo fechou os olhos, comecei a fazer pequenos movimentos. Let's keep the party going all night long.




Movimentos pequenos com grande intensidade, cada vez aumentando um pouco mais os movimentos de vai e vem. Dois corpos suados, só se escutava leves gemidos vindo dos dois.

_ Mais. _ Disse Demi.

Ele aumentou a velocidade, penetrando forte na garota, cada vez mais rápido. Ela o empurrou fazendo ele cair de costas na cama e sentou em cima do seu amigo. Ela começou a "cavalgar" em cima dele, enquanto ele apenas a guiava segurando no seu quadril, a guiando.

_ Demi...
_ Só mais um pouco, Joe... só mais....


Eu ja não era o mesmo garoto de 20 anos assim como ela, estava nos meus trinta e muito bem pra deixar claro. Como a Demi era gostosa, parecia que o corpo dela encaixava certinho com o meu, aquela boca doce feita pra mim... ah! mas essa noite ela era só minha. 
Mais alguns intensos movimentos em cima de mim e nos chegamos ao clímax, Demi caiu por cima de mim, e alguns segundos depois foi para o meu lado, deitando em cima do meu peitoral.

_Vou pegar mais um pouco de vodca, você quer? _ ela ofereceu se levantando e se enrolando na coberta que nos cobria.
_ Quero sim.

Ela trouxe uns 4 goles para a cama, ela virou um e me deu dois. Virei um também, deixando eu com um e ela com um também.

_ Posso tentar uma coisa?_ ela perguntou.
_ Pode.

Ela tirou o copo da minha mão e colocou na mesinha ao lado da cama.

_Deita ai.
_ O que vc vai fazer, Demi?


Deitei e ela espalhou a dose de vodca dela na minha bariga e veio lambendo ela toda. Logo depois ela gargalhou e veio me beijar.

_ Gostou?_ perguntou sapeca.
_ Sim, e agora é minha vez.

Fiz o mesmo e ela ficava me olhando com um sorrisinho malicioso.

_ O que você esta pensando, Demi?
_ Que tal uma segunda rodada?
_ Se quiser, acho que ja estou pronto pra mais uma.
_ Então vem.

Ela me puxou para o banheiro, abriu o chuveiro na aguá quente. Ela me entregou a esponja com sabonete liquido.

_ Passa nas minhas costas?
_ Não, você não me puxou aqui para eu te dar banho, Demi.

Ela puxou a esponja e a jogou longe me puxando para um beijo, um beijo selvagem e exitante, a segurei pela cintura e ela predeu suas pernas na minha cintura, nossas intimidades se tocaram sem querer e ela gemeu na minha boca, já estava exitado novamente. Massageava um de seus seios enquanto beijava seu pescoço a deixando com as costas na parede para não cair. Não aumentamos as preliminares, logo a penetrei e mais uma vez chegamos ao climax, tomamos banho depois e fomos dormir.

Acordei de manha com ela deitada do meu lado, serena, dormindo como um anjo, sem querer a acordei enquanto acariciava seus cabelos.

_Demi, eu tenho que ir.
_ Quero te encontrar de novo.
_ Esse é meu numero_ anotei em um papel_, também quero te ver.

Me arrumei e fui em direção a porta. Ela veio, me agarrou pelo pescoço e me beijou.

_ Obrigada por me divertir a noite toda.
_Babaca_ ela riu_, até mais.
_ Até.




Opa, essa foi a minha primeira fic Hot. Eai, o que acharam? Foi boa? querem mais?
Espero que tenham gostado. 
Ainda essa semana, se não for amanha, na quinta ou sexta, eu vou começar a proxima fic.

Esse capitulo foi dedicado a Melissa, desculpa não ter postado ontem.

Ps: Eu amo a minha marida anjinha :3

(+5 comentários?)

21 de out de 2012

All Night Long - Parte 2


Ela se aproximou e me beijou, dava pra sentir o gosto de cereja misturado com a vodca, seus lábios eram doces, lábios vermelhos e tão bons de beijar. Sua pele era tão macia, parecia seda.




_ Tem alguma coisa que você queire em especial? _ Perguntou Demi.
_ Quero que você aproveite tanto quanto eu, essa noite.
_ Mas...
_ Sinta-se como se não fosse mais uma coisa na qual você deva fazer obrigada, divirta-se, sei que não sou tão ruim assim, dou pro gasto.

Puxei a garota para dentro do quarto apaguei as luzes, mas as luzes do lado de fora do quarto o deixavam com uma luz fraca o suficiente para vermos o que precisássemos. Logo tirei seu sobretudo o largando devagar pelos seus ombros, o deixando deslizar e mostrando sua pele exposta ao vento frio que condenava a noite. Demi estava com um short extremamente curto e apenas um top, e eu simplesmente adorei aquilo. Minhas mãos deslizaram por seu corpo junto de seu sobretudo, contornei as curvas de seu corpo com a  mão e a senti estremecer, ajoelhei-me e tirei seus saltos, peguei-os junto do sobretudo e coloquei na poltrona. Senti umas mãos leves e delicadas deslizando pelo meu terno, tirando-o e logo apos desabotoando a minha camisa. Afrouxei a gravata e tirei meus sapatos assim que ela tirou minha blusa puxou-me pela gravata. Ele se posicionou na minha frente, ela me beijava os lábios enquanto tirava meu cinto e desabotoava a calça, eu mesmo tirei meus sapatos com os pés e os larguei no caminho enquanto ela me empurrava pra cama, assim que cai de costas na cama ela me arrancou as calças, me deixando só de cueca box preta e gravata.

_ Vai me deixar de gravata?_ perguntei.
_ Você me mandou aproveitar e não há nada que eu ache mais sexy que cueca box preta e gravata.

Ela apenas com seu short minusculo e seu top super sexy engatinhou até mim, subindo em cima de mim. Senti suas mãos passearem sem pudor por meu corpo, ah! era delicioso sentir aquelas mão passeando por mim. Ela estava ajoelhada em cima de mim, com uma perna da cada lado do meu corpo, ela inclinou o tronco pra perto do meu rosto, e que visão privilegiada que tive, aqueles seios lindo apertados dentro de um top sexy estava me deixando louco tão perto assim do meu rosto. Ela logo direcionou seus lábios pelo meu pescoço, dando pequenas mordidas e beijos, ate um chupão pelo que eu senti, foi subindo as mordidas e beijos pela minha orelha, maxilar, bochecha até chegar a minha boca. Ela me beijou, beijo viciante, segurei sua nuca, para ela não parar o beijo antes do folego acabar, era um beijo feroz, quente e exitante. Nunca beijei assim antes, nunca teve nem um terço disso tudo com a desgraça da minha esposa.
O folego acabou  e separamos o beijo, Demi mordeu e puxou o meu lábio inferior, era impossível alguem conseguir ser mais sexy que ela. Ela fez um caminho de beijos até meu peitoral quando puxei seu pescoço pra minha boca, dei um beijo e uma mordida, o suficiente pra escuta-la suspirar, a deitei na cama, não subi em cima dela, fiquei ao lado dela, beijando seu pescoço, mordendo seu ombro, sua orelha, fazendo um caminho de beijos até o canto da sua boca, subi então em cima dela, e a beijei a boca, lábios adoráveis.
Desci meus lábios mais uma vez por seu pescoço em direção ao seus seios, a parte que estava exposta claro, mas logo sumi com seu top. Ficou a minha disposição aqueles seios perfeitos, essa garota sabe o quanto ela consegue ser perfeita? Tão pequena, delicada, corpo magnifico, ousada e inocente, sexy e, desculpe o termo, mas ela é gostosa, muito gostosa. 
Massageava um seio enquanto abocanhava outro, aquilo era ótimo, ainda mais escutando ela gemer baixinho, ela estava aproveitando assim como eu pedi.

_ Joseph... _ gemeu_ ...minha... vez!

Me empurrou para o lado quase sem força, subiu em cima de mim, me beijou desesperadamente me puxando pela gravata e logo depois ela arrancou do meu pescoço. Suas mãos estavam arranhando as minhas costas, as unhas grandes machucavam mas não era uma dor agoniante, era aquela dor gostosinha de sentir, aquilo até me deixava mais exitado. Ela sem ar voltou para o meu pescoço,  espalhando beijos e chupões. ah, como esses chupões iriam me gerar zoações dos garotos no trabalho e briga com aquela especie de vassoura que fui forçado a casar.
Demi estava de quatro em cima de mim e me puxou para eu ficar sentado e ela sentou de frente pra mim, no meu colo, em cima do meu amigo, me mata não Demetria. Ela ficou simulando os movimentos em cima no meu amigo lá em baixo, que já estava louco por ela, ela logo tentou tirar minha box, não deixei.

_ Anda logo, Joseph.
_Calma, apressada._apertei a coxa dela com força e beijei seu colo.

A joguei para o lado, fiquei entre suas pernas, fui beijando seu tronco inteiro até chegar na intimidade dela, beijei por cima da calcinha e ela gemeu. Fui tirando a calcinha bem devagar e beijando o interior de suas coxas. Depois apenas fiquei parado olhando pra ela.

_ Jospeh, não tortura... anda logo.
_ Calma, Demi. Temos a noite toda.
_ Seu safado.

Fiz o caminho de beijos pela sua coxa e cheguei na intimidade e a beijei, chupei, mordisquei, só dava pra escutar os gemidos e a repiração ofegante de ambos naquele quarto.

_ Joe...

Fiz Demi chegar ao primeiro orgasmo naquela noite, subi em cima dela e a beijei, mas aquela garota não desiste fácil. Ela me virou e tirou minha cueca em um piscar de olhos.

_Minha vez._ disse sorrindo safada olhando pra mim.

Caralho, desculpe mas não tive outro palavra, quase morri quando ela abocanhou tudo de uma vez. Ela ficou fazendo movimentos de vei e vem pronta para me matar.

_ Demi, para... Não vou aguentar...

Só ouvi ela gargalhar e engatinhar pela cama, ela e beijou e deitou do meu lado. Subi em cima dela e me posicionei no meio de suas pernas, um ultimo beijo enquanto ainda tínhamos folego. A penetrei devagar, porra como ela era apertada, quando entrou tudo esperei até Demi se recompor, ela olhou para mim e logo fechou os olhos, comecei a fazer pequenos movimentos. Let's keep the party going all night long.





Hi, my little cupcakecats. Não vou ficar pedindo desculpas esfarrapadas pra vocês por que isso já esta ficando ridículo da minha parte. Tive alguns probleminhas, uns trabalhos e deveres fodas me me impossibilitaram  de usar o pc.

Se tiver 3 comentários ainda hoje eu posto a terceira parte, que tal? 

Beijinhos, amo vocês *--*