17 de dez de 2011

The One That Got Away - Capitulo 10 | Taylor.



- Demi? Babydoll? - disse aquela voz super sexy. Quanto tempo não o vejo!
- Tay? - corri até ele - Que saudade! - o abracei - O que você faz aqui nessa espelunca?
- To trabalhando como jardineiro para ganhar uma grana. Tava limpando a pscina quando vejo uma garotinha chegando com a moto 100km por hora. Ai eu pensei, só pode ser a minha Demi. - Taylor acariciou o rosto dela. - Senti saudades de você!
- Também. - o abracei de novo- Estou meio perdida, preciso ficar em algum lugar... Sem que a policia me encontre.
- Ali atrás dessa "espelunca" tem a casa do jardineiro. No caso, minha casa... se quiser pode ficar lá pelo tempo que precisar.
- Sem ''segundas intenções'', mocinho?
- Isso eu não posso prometer isso. - ele pegou minha mochila. - Venha senhorita, venha se instalar. - ele saiu me puxando para aquela casinha. Não era o melhor lugar no mundo, mas não tenho escolha. 
Assim que vi o Taylor, meu coração disparou, ainda sinto algo por ele... Nos só terminamos por causa "dele", o cara que matou meu irmão. Ele continuou na academia de preparação, mas eu fugi.
O que já de tão errado em fugir? Vou explicar. Eu era a melhor, eu sabia de tudo, simplesmente tudo. Todos os golpes, modos de lutar, sabia sobre algumas coisas secretas também, algumas irregularidades... e também  tudo que eles pretendiam fazer.  Invadi o computador, roubei armas e matei um canalha machista que maltratava as mulheres. O Taylor me ajudou, ficou comigo até o ultimo minuto. Depois eu fugi, o deixando sozinho, para sofrer as minhas consequências. As consequências do meu erro.
- No que você está pensando, Demi? - ele me arrancou dos meus pensamentos.
- Pensando em você, na época que namorávamos. Na época que eu fugi e te deixei sozinho para ser punido pelo o que eu fiz.
- Não Dem. Não é assim. Eu ajudei você a fazer aquelas coisas. E eu faria tudo de novo por você.
- O que eles fizeram com você? Quer dizer, eles te machucaram?
Ele se levantou, desabotoou as alças do macacão e tirou a blusa. Ainda dava para ver arranhões, cicatrizes, marcas de alguns cortes e queimaduras. 
- Se você quer dizer, machucar como isso. Sim eles me machucaram, eles me torturaram e muito! - ele me disse.
Senti algo pesando em meus olhos, eram lágrimas.  Me encolhi no sofá, abracei minhas pernas e deixei minhas lágrimas rolarem pelo meu rosto.
- Demi, para de chorar. Ah Demi, por favor... não consigo te ver chorando. Ah vem cá.-  ele sentou no sofá e me puxou para ele. Deitei no colo dele, ele acariciava meu cabelo me implorando para não chorar.- Demi, isso não foi nada.  Doeu, mas eu aguentei por você. Eu os deixei ocupados até da tempo de você fugir.
- Você poderia estar morto. Por minha culpa Tay, eu... não sobreviveria sem você.
- Nem eu, só aguentei aquilo porque eu sabia que te encontraria de novo. E poderia de abraçar, conversar com você até anoite, fugir para podermos ficar juntos e é claro para eu poder fazer isso. - Ele puxou meu rosto, enxugou minhas lágrimas e me beijou delicadamente. Me veio varias memorias em minha mente sobre quando fuigiamos para namorar, quando eu ia para a barraca dele e dormiamos juntos, e principamente no primeiro dia que ele chegou.
Flash Back 
Chegou mais novatos, e eu seria a comandante deles. No momento estão a minha frente postos em uma linha reta.
- Descançar senhores, Sou a sua comandante Demetria.
- Senhorita Demetria permisão para falar?
- Concedida senhor... ?
- Taylor, comandante. Soldado Taylor.
- Sim. Diga.
- Só queria dizer que será um prazer ser comandado por uma moça tão linda, como você.
- Que falta de respeito é essa, soldado?
- Desculpa comandante. Mas não me controlei.
- Estão despensados, Todos.
Fim do Flashback
- Tay? - disse parando o beijo.
- Me desculpa Demi,eu... eu ....
- Só cala a boca tá. Eu só queria saber se eu posso ficar uns meses aqui... com você.
- O resto da vida se precisar, dem. Agora eu posso perguntar uma coisa?
- Sim.
- Você ainda gosta de mim?
- Hm...
- Não precisa responder, você quer ficar comigo? namorar comigo? 
- Hm... Vamos ver se isso responde sua pergunta. - eu o beijei.
 ...
Depois de 6 meses, eu ja tinha matado umas 10 pessoas, e hoje era o dia mais importante.  Minha ultima vitima, eu finalmente iria saber quem era "ele". Nunca vi seu rosto ou soube seu nome. Hoje liguei para selena e disse o que iria fazer, ela compreendeu e disse o que rolava entre ela e nick, e também disse que o Joe sumiu a 4 meses. Não sei o motivo, mas senti medo. 
- Bom dia, amor. – eu disse acordando o Tay. – O que achou de ontem anoite?
- Umas das melhores noites da minha vida como sempre são quando isso acontece, e você sabe muito bem.
- É eu sei.
- Te amo, sabia?
- Sabia sim, pois também te amo. 

- Promete que nunca vai fugir de novo? - ele disse um pouco serio.
- Posso prometer isso amanhã?
- O que você vai fazer, Demi?
Ele ficou irritado, se sentou na cama e agora esta me encarando.
- Desculpa Tay, mas eu tenho que fazer uma coisa é importante para mim.
- Eu vou junto. É muito longe? Quantos dias?
- Não Taylor... Não vou cometer o mesmo erro de novo. Você não vai, não pode morrer. Taylor eu não suportaria vê-lo morrer. Tay, eu te amo desde o primeiro dia que eu te vi, quando você apareceu no acampamento. Eu te amo, não posso perder mais um que eu já amei.
- Está falando do seu irmão, né?
- Também.“Ele” disse que se eu não fosse hoje, como foi marcado... ele mataria a Selena, o Nicholas e o Joseph. O Nick eu nunca tive muita afinidade, mas a Sel é minha melhor amiga e o Joe... ele...
- Ele foi seu ex né?
- Tecnicamente, foi só uma noite. Uma noite, entendeu né?
- Sim, Demetria. Infelizmente eu entendi. Só não quero ter a imagem de você e outro cara se... ah você sabe. – ele colocou a mão no rosto e depois fez uma cara de nojo.
- Onw amor – engatinhei em sua direção o puxando pela beirada da sua cueca boxer.
- O Demi eu tenho que trabalhar assim eu não vou me segurar
- Não é pra se segurar. – comecei a beija-lo
TOC TOC TOC
- Taylor, hora de trabalhar. E Demetria, já tem hospedes querendo tomar café da manha. ANDA LOGO CASALZINHO! - disse Carlos, o gerente do lado de fora da porta.

- Estamos indo, Carlos! – disse Taylor.
- O que vocês estavam fazendo einh? – disse Carlos
- Estávamos fazendo amor. – eu falei e o Tay, tentando tampar minha boca.
- Como assim? – disse Carlos
- Nos estávamos tr... – Taylor tampou minha boca e caímos no chão.
- Estávamos... Trocando de roupa. Isso, trocando de roupa. – disse Taylor.
- Então anda logo!! – disse Carlos. Ele foi embora.
- Ô boca suja, Demi. Você é louca?
- Só por você, vamos tomar banho?
- Quem vai primeiro?
- Os dois juntos. – disse com um sorriso malicioso nos lábios.
- Danadinha. Gostei. ~risos~
Depois do nosso banho, eu me arrumei e fui para o meu emprego temporário, garçonete.

...

O expediente acabou, e eu e o Tay estamos nos arrumando para ir atrás do psicopata que matou meu irmão. Eu irei fazer questão de que " ele" sofra em dor física tudo eu que eu senti pela partida do meu irmão. Ele vai morrer. Lentamente.




Oie amorecoos, essa fic é bem curtinha e já ta acabando.
A boa noticia é que a Bloody Moon ta chegando Iupeeee *~*
Gostaram do capitulo?
Tentem adivinhar que é o "homem misterioso"?
Vai ser uma grande surpresa para vocês!
beijinhoos s2

(+4 cometários?)




13 de dez de 2011

The One That Got Away - Capitulo 9 | Sterling.


Já estava na cidade vizinha , cheguei rápido, não tinha transito. Hospedei-me em um Hotel. Sim, o mesmo Hotel em que eu e James nos vimos pela ultima vez. Sinto falta dele. Por isso mesmo que vou o vingar. Amo-te. Irmão.



Meu celular tocou e o atendi.

- Quero te encontrar, Demetria. – disse a voz destorcida, por algum aparelho eletrônico.

- Onde e Quando?

- Só esteja preparada, assim que estiver tudo certo irei te ligar e é melhor atender o celular. Se não...

- Se não o que?

- Eu já matei seu irmão, a próxima é sua amiguinha. Selena.

PIII PIII PIII

Ele desligou. Não deixaria fazer isso de novo. Mas vou fazer trabalho completo... vou me vingar de todos que um dia já me machucaram, que já me agrediram, que já me magoaram, de pequenas coisas como – policiais com armas apontadas para mim até ELE, aquele que matou meu irmão. Ah, é claro que tambem tenho que me livrar daqueles que sabem do meu segredo. Tipo o Ster. Será minha primeira vitima!

O Ster acha que não sei no que ele se meteu, ele já trabalhou para o meu maior inimigo, sei que ele já falou meus segredos para "ele". E depois do o que ele fez com a Chel, ele merece morrer.

 Chel on

- Vamos, Vamos Chel... - ele me aperteva contra a parede.

- Para Ster

-Nos já fizemos isso antes... e você sabe que eu vou continuar, quer você queira ou não!

- Não Ster, de novo não!

  Eu não vou aguentar isso, ele quase me matou da ultima vez, ele me batia, me algemava, era horrível. Ate que a campainha tocou. Minha deixa. Vou fugir.

- Fique aqui que eu já volto, amor. - ele me beijou, a força.

- Argh, que nojo.

- Tambem te amo!

 Ele desceu, tentei pular a janela, mas tinha tranca... todas as janelas tinham.

Demi on

Voltei para L.A, e estou na frente da casa de Ster, toquei a campainha. Assim que ele atendeu eu o abracei, e ele estava desarmado. Otimo. Assim será mais facil.

- Oie, Ster. Quero conversar com você.

- To ocupado no momento. Pode voltar depois?

- É urgente.

- Tudo bem. - ele virou de costas, grande erro. - feche a porta e sente-se. - disse ainda de costas, saquei minha arma e apontei para sua cabeça.

- Não vou precisar me sentar, vai ser rapido!

Assim que ele se virou, eu atirei, entre seus olhos. "Boa mira, Demi" - Pensei. Puxei minha faca e fiz a "minha marca." Um belo "D" em seu peito.

- O que ta acontecendo aqui? - Escutei a voz fina, vindo de um quarto e logo corri, era a voz da chel. - Ai, meus Deus. SOCORRO.

Fugi rápido, peguei minha moto e fiquei em uma pousada que encontrei no meio da estrada, ninguém podia saber onde eu estava!

- Demi? Babydoll? - disse aquela voz super sexy. Quanto tempo não o vejo!

- ...

----------------------------------



Ta ai mais um capítulo, eu ia postar ontem, mas a net ta uma bosta. 
Devo postar mais um amanha, - se a minha net não cair. RRRH -
Vocês gostaram?
Espero que estejam bem.

[AAAA] Quem ai já leu a serie de livros "diários do vampiro".
Então a Bloody Moon vai ser tipo assim.
Um triangulo amoroso.
Nicholas, Demetria e Joseph.
Espero que gostem.

(+3 ou 4 comentários?)


12 de dez de 2011

The One That Got Away - Capitulo 8 | Meu Irmão.





Acordei na praia, deitada ao lado dele, com as roupas molhadas e cheias de areia..."Ele deve ter me vestido" - pensei. Tava tudo perfeito, ele dormia como um anjo. Ele era muito parecido com James Mas infelizmente, nossa felicidade não será eterna. Não com a atitude que eu vou tomar. Eu vou me vingar. Vou me vingar daquele idiota. Vou me vingar pelo James. Adeus Joseph. Amo-te. Mas vou ter que lutar... me desculpe. Dei um selinho nele. Não saberia quando iria voltar e... se eu iria voltar.


Sim, eu fugi... fugi para o lugar mais longe que eu pude encontrar. E onde eu encontraria vingança, a vingança que eu espero a anos, vou me vingar por ele. Por James. Meu melhor amigo. O meu irmão. Roubei a primeira moto que vi, na verdade não a primeira, a primeira que realmente servisse para correr. Mas precisava da ajuda de alguém experiente. Vou ter que pedir a ajuda dela. Da Miley.

-


Joseph on


Ontem foi a melhor noite da minha vida, sim eu a passei junto da Demi, abri meus olhos e não a vi... caminhei pela praia para procura-la e... nada. Nada de Demi. Ela sumiu? Não. Ela deve estar em casa. 

-


Assim que cheguei fui recebido com gritos de Selena e Nicholas. Só podia ser... duas crianças.


- Pode para? – me referi àquelas duas crianças – A Demi, veio para casa?


- Não sei. – disse Nicholas.


- Claro que não sabe... nem lembra o próprio nome né Nicholas!


- E você muito paciente né Selena.- Ele retrucou


- Agora lembra o meu nome, né? Hoje de manhã eu era uma tal de Delta... né Nicholas! 


- Pô... eu já me desculpei... – o interrompi.


- Falou o nome da ex – só ouvia meus risos na sala – que merda einh!


- Você ta rindo Joseph? – disse Selena – É melhor você não rir, já perdi a paciência! – ela subiu a escada, xingando o Nicholas de todos os nomes possíveis e imagináveis.


- Isso não é nada bom. - disse Nicholas.


- Você não sabe sem da metade. – disse.

Vi selena descendo super  felizona, escondia algo. Atras dela, em suas costas. Até imaginava o que podia ser, pois já vi a Demi usando, quando ela entrou no meu quarto naquela noite. Parecia uma espada, ou uma faca. Apenas sentei no sofá para assistir a cena. 


- Espera ai, Joseph. O que está acontecendo? – disse nick. Assustado.


- Se quer sobreviver a uma bandida, assassina, fugitiva e com uma baita TPM... – disse Selena.


- É melhor você correr irmãozinho. – disse em um tom sarcástico.


Assisti aquele casalzinho, correndo e pulando pela casa, até que a parada ficou mais seria.Selena tirou umas pequenas adagas e começou a jogar em direção ao Nicholas.  Demetria era a única que poderia parar. Mas cade a Demi.


- Selena, cade a Demi? – gritei pela casa.


- Não sei, ela não estava com você? – Olhei para cima. Selena estava pendurada na escada, esperando Nick passar. Mas agora ela desceu e estava a minha frente.


- Estava. Você disse bem. Ela estava comigo, dormimos na praia, mas quando acordei, ela não estava mais lá.


- Oh Deus, não. – ela correu para o quarto de hospedes. – A Demi levou as roupas dela, as de luta. Joseph, me ajude aqui. – subi em direção ao quarto e entrei. – pega o diário dela, esta em cima do armário.


O peguei e abri, tinha uma chave. Peguei e entreguei a Selena. Ela abriu um cofre escondido no closet.


- Ela levou só algumas. Para sumir, levar tudo só que poucas armas. É suicídio, Joe. Ela quer vingança e vai dar a vida por isso. Ela não pretende voltar, acho que não. – disse ela preocupada.


Ela não podia fugi, nem morrer. Logo agora? Porque Demi? Por quê? 


Demi on.


- Por Favor, eu só preciso de algumas armas. – eu a implorava.


- Está bem, só alguma... mas pega as que foram apreendidas pelos bandidos, as que tem o brasão da policia, tem rastreador! 


Obrigada Miles! – a-abracei.


- Que isso Demi. Pode ir que eu vou tirar a policia da sua cola, amiga! Agora pega e sai. Antes que alguém apareça aqui.


-


Já estava no Canadá, cheguei rápido, não tinha transito. Hospedei-me em um Hotel. Sim, o mesmo Hotel em que eu e James nos vimos pela ultima vez. Sinto falta dele. Por isso mesmo que vou o vingar. Te amo. Irmão.

-


Ta ai mais um capitulo meus amores.
[AAAA] NOTICIA:
A proxima fic, ia ser a Bloody Moon. Ai eu decidi reformular a Bloody Moon. VOu me inspirar nos livros da serie "Diarios do Vampiro" ok.
Os personagens príncipais serão Demi, Joe e Nick, Tudo bem para vocês ?
Ai, eu vou deixar uma enquente ali do lado, para qual dos irmãos deve ser o mocinho ou o vilão. Tipo o Damon e o Stefan da serie, entende?

Beijinhoos.

(+3 ou 4 Comentários?)



Divulgação, Selo e Muitos capítulos!


(eu fiz esse gif, ficou lindão né *~* Demi Diva!)

Oie meus amores...
 eu sei que eu não posto a uns 10 dias, me desculpem. Serio. Mas estou aqui para falar que amanha passarei a tarde inteira escrevendo e anoite provavelmente postarei uns 3 capítulos -ou ate mais de 3 , se eu estiver inspirada e se vocês comentarem muito é claro-, mas agora eu vou divulgar uns blogs magníficos !!!


E agora o selinho da Bella Lovato *~*
Muitoooo obrigada, adorei o selinho gatinha !








Beijinhos e se preparem para os capítulos anoite... vão ser bem dramáticos!

[AAA] e tbm terça talvez eu poste muitoo ok

PS:. EU GANHEI MEU UNBROKEN DE NATAL ! 
É MUITOOO LINDO, A DEMI É MUITO DIVA !
EU TO TÃAAAAAAAAO FELIIZ !
[AAAAAAAAAAAAA]

~acabou momento loucura~

Kisees e ate amanha!
Amo muito vocês!






1 de dez de 2011

The One That Got Away - Capitulo 7 | A Vingança pt.1




Demi: Por que você as vezes é frio comigo? Por que não olha em meus olhos? Por que não gosta de mim?

Joe: Eu não odeio.

Demi: Odeia, sim - disse levantando a voz - Não quero ser grossa. mas eu não ligo.  Eu sei que deveria ser grata por cuidar de mim, por me salvar, mas também não ligo para isso. Eu não pedi para você me salvar. Antes de mais nada, não sei por que você estava me seguindo. E realmente não entendo por que você fez isso, considerando o que sente por mim.

Ele sacudiu a cabeça, mas sua voz era tranquila.

Joe: Eu não a odeio.

Demi: Desde o começo você tem sido frio comigo, já até apontou uma arma para mim. Me esnobou, me ignorou, porque? o que eu fiz? Qual é o seu problema?

Ele tentou falar algo, mas o interrompi.

Demi: Qual é o problema comigo? - disse já com os olhos marejados.

Joe: Eu não a odeio. - disse indiferente.

Demi: Então me explica por que você é assim comigo Joseph.

Joe: Não sei Demi, você me deixa louco. - ele levantou e ficou na minha frente - Você me faz sentir raiva e.... não sei o que eu sinto, ta tudo misturado, como você faz isso comigo? Não sei. Tem hora que eu quero te prender , te jogar na cadeia, mas ai você vem... com esse jeitinho de menininha, mas ao mesmo tempo é uma mulher linda, madura ... sedutora. Isso me deixa louco. Ai eu sinto que tenho que te proteger, que eu não posso te perder. - Ele tava andando de um lado ao outro - Ai eu chego lá e vejo aquele cara te batendo, você toda machucada no chão, minha pequena lá... caida. Machucada.


Demi: "Minha pequena"?


Joe: Sim. Minha, minha pequena dem. 


 Me levantei e fui na direção dele, agora com dificuldade, pelo esforço da corrida meu pé piorou, sim eu devo te-lo torcido, cheguei perto dele, e o beijei, e ele correspondeu -claro né- , nos fomos andando até a aguá, ele me beijava desesperadamente.


Joe: Não quero te perder, Dem.


Demi: Sempre vou ser sua, Joe.


Mesmo na agua, o corpo dele estava muito quente e eu acho que também estava com a minha pele pegando fogo, eu subi no seu colo, abraçando sua cintura com as minhas pernas, ele começou a tirar a minha blusa, eu simplesmente não acreditei que aquilo estava acontecendo. E com o Joe. Meu patrão. E meu maior inimigo.

~algum tempo depois~ 
(desculpa galera mas eu realmente não sei escrever hots - me desculpem serio. )

Acordei na praia, deitada ao lado dele, com as roupas molhadas e cheias de areia..."Ele deve ter me vestido" - pensei. Tava tudo perfeito, ele dormia como um anjo. Ele era muito parecido com James Mas infelizmente, nossa felicidade não será eterna. Não com a atitude que eu vou tomar. Eu vou me vingar. Vou me vingar daquele idiota. Vou me vingar pelo James. Adeus Joseph. Te amo. Mas vou ter que lutar ... me desculpe. Dei um selinho nele. Não saberia quando iria voltar e... se eu iria voltar.


Hey meus perfeitooos? 
Tudo de boa na lagoa?
Eu estou super feliz porque eu comprei um cachorrão de pelúcia muito fofão! kk
e tbm estou viciada nos livros da serie "Diários do Vampiro" ai eu decidi ver os episódios também ...
Não que eu seja tãaaao sem cultura assim... eu já assisti the vampire diaries mas nunca prestei atenção...AH deixa pra lá né?
E... se o capitulo no final ficou um pouco assustador de mais é por causa dos livros que eu estou lendo!
kkk
Desculpem a demora, e desculpem pois não vai dar para responder comentários ... respondo no próximo post ok ! 
[AAAA] se tudo der certo o capitulo 7 vai ser o ultimo capitulo. e ele será dividido em 2 ou 3 partes ok essa dai foi a primeira.
Beijooos

[AAAAA], A Heavy Mandy já postou lá no Let's Be Friends, entãummmm vão lá comentar pleaseeee. 
O próximo capitulo quem vai escrever sou eeeeeuuuuuuzinhaaaa. Iupe *~~*

(+3 comentários ? pleasee ?)